Selo Sou 100% PJe
  • RSS
  • Youtube
  • E-mail
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

Credenciamento no sistema AJ/JT é obrigatório para Peritos, Tradutores e Intérpretes que atuam na Justiça do Trabalho

Os interessados em atuar como peritos, tradutores e intérpretes nos processos judiciais de competência do Tribunal devem se inscrever no Sistema Eletrônico de Assistência Judiciária da Justiça do Trabalho - SIGEO-JT, fornecer as informações obrigatórias e anuir ao termo de compromisso relativo às exigências e às obrigações impostas na Resolução CSJT nº 247/2019.

Os candidatos devem apresentar, também pelo Sistema AJ/JT, a cópia digitalizada dos documentos exigidos, entre eles carteira do conselho/órgão de classe respectivo, carteira ou certidão emitidas pela junta comercial para as profissões de tradutor e de intérprete, comprovante de inscrição municipal no Cadastro de Contribuintes de Tributos Mobiliários do local do estabelecimento ou do domicílio declarado pelo prestador de serviço, certidão de regularidade com o órgão de classe e comprovante de pagamento do ISSQN ao município, se for o caso.

O credenciamento é obrigatório mesmo para os profissionais já cadastrados no Sistema PJe, sendo vedada a nomeação de profissional que não esteja regularmente inscrito no sistema AJ/JT por força do art. 11 da Resolução CSJT nº 247/2019.

Com a implantação da versão 2.6.1 do Sistema de Processo Judicial Eletrônico (PJe), houve a integração do Sistema de Assistência Judiciária da Justiça do Trabalho (AJ/JT) com o PJe, e somente peritos, tradutores e intérpretes credenciados no AJ/JT poderão ser nomeados para atuar nas ações trabalhistas. Os profissionais que ainda não fizeram esse credenciamento para prestação de serviços de perícia ou exame técnico, tradução e interpretação devem providenciá-lo o mais breve possível.

Leia o Edital de Credenciamento nº 1/2020.

Dúvidas relacionadas aos dados pessoais e profissionais podem ser encaminhadas para o e-mail cadastro_perito@trt20.jus.br e dúvidas relacionadas aos dados fiscais podem ser encaminhadas para o e-mail sof@trt20.jus.br.